sábado, 30 de junho de 2007

Ratatouille Soundtrack

Acho que devo rever meus conceitos.
Apesar de ter achado a trilha de Os Incríveis muito boa, e que merecia até uma indicação ao Oscar, ainda achava o Michael Giacchino meio básico demais.
Tendo feito também alguns filmes e a série LOST, ele não me pareceu muito criativo ou ousado, sendo assim, achei seu melhor trabalho o de Os Incríveis mesmo.
Lembro que fiquei feliz ao saber que Carros seria com o Randy Newman, o mesmo de Toy Story, Vida de Inseto e Monstros S.A.. E não me arrependo, já que a trilha de Carros ficou muito boa, rendendo até indicação a melhor canção.
Porém, acho que fui medíocre em ignorar o pobre Michael ao ver que ele iria fazer Ratatouille. E agora fico besta de ver o excelente trabalho que ele fez, talvez até melhor que em Os Incríveis, já que inovou mais e com sons num estilo estranhamente lembrando a França e a suavidade do filme. Além de ter uma faixa, que pelo que vi é uma canção que ele fez para o filme, titulada Le Festin.
E antes de continuar, gostaria de relatar uma descoberta engraçada, dessas que sempre acontecem quando se pesquisa sobre música. Estava vendo sobre o Randy Newman para confirmar os filmes que ele tinha feito da Pixar, e acabei por cair na Wikipedia, onde, vejam só, tinha uma parte falando sobre a história dele, onde li algo relacionado ao The Animals que não entendi direito, mais logo acima, falando que ele fez parte da Harpers Bizarre, que, vejam só não fazia nem idéia da existência, e que, vejam só de novo, fez a música "The 59th Street Bridge Song (Feelin' Groovy)." que eu conheço e gosto muito, mas pelo 'cover' do Simon & Garfunkel. Ou seja, esse mundo da música é mesmo uma zona não? Agora estou tentando baixar algo dessa banda com nome bizarro (ahn? ahn?) o que não vai ser fácil, já que os álbuns deles não tem mais que 4 fontes na mula.
Mas, voltando a trilha do Ratatouille, não sei, acho que não tem muito mais o que falar. É boa, criativa, animada e romântica ao mesmo tempo. O filme deveria ter uma parceira para o Remy também, mas acho que ficou mais legal assim, senão ia ser estranho, paixão de ratos.
Acho que hoje de fato não estou muito para falar. Então, sei lá. Vou ver os trailers novos.
O que importa é que ontem Ratatouille foi lançado oficialmente, e que o iPhone também, e ainda descobri que passei na primeira fase do concurso público da prefeitura. Enfim, ontem foi um dia e tanto ein? E aff, vejam só: 29, ou 9-2, igual? 7. Claro, aff. Huhahuahuauh.
Ok. É só, pelo menos adicionei mais frescura e um 'logo' novo no blog. E me despeço com ao som da música Anyone Can Cook. Frase essa que já ficou gravada na minha cabeça pra sempre, como frase de estimulo e de lembranças boas.
Então, fico por aqui.
Até mais, e obrigado por todos os peixes.


3 comentários:

Anônimo disse...

Rodriiiigooo...
o que eu posso falar sobre...?
você sabe que não sou tãããoo ligada nessas coisas maníacas de filmes e suas trilhas...mas você leva jeito sabia?
já pensou em ser jornalista?
você poderia ser até um novo Rubens Ewald Filho...
bjos bjos

Mokitty disse...

Acho que o post acima é da Cleidy!
E o olha aí alguém reafirmando minha sugestão de que você estude para ser crítico! Você se daria muito bem em Jornalismo! ^^
Mas então, estou cada vez mais interessada em assistir Rataouille! Embora eu não vá para Sampa contigo (sorry...), Sexta é nós no Cine "Crap" Topázio! XD
E para quem não está para falar muito, três posts parece estranho...
Mas você sabe que eu sou maníaca por comentar nas coisas, então...
É isso!

Cleidiane disse...

eh o primeiro eh meu sim sim...
cliquei no lugar errado..=D
você seria sim um otimo critico...
e lah vamos nós ver Ratatouille na sexta no cine topazio...indaiatuba 4ever...